5 de ago de 2013

Morar na torre para preservar a natureza

Forma da casa leva em conta vegetação ao redor

Uma casa de férias em um local com vista privilegiada é desejo de muitos. Mas, para que isso seja possível, é necessário limpar o terreno, tirando boa parte das árvores - especialmente as mais altas. Tudo em busca de se apreciar o horizonte. Certo?
Não para os profissionais do escritório de arquitetura Gluck+. Destruir a vegetação em prol do lazer não era uma alternativa. Com o intuito de construir uma casa sem devastar a natureza original de seu terreno - e manter a vista desejada pelos clientes -, os arquitetos projetaram sua Tower House, uma casa no interior do estado de Nova York que leva os moradores ao topo das árvores que a circundam.

Os três primeiros andares foram “empilhados”, formando uma torre que leva à ampla sala de estar, localizada no quarto andar da residência. As suítes de 40 m², instaladas nos primeiros pisos, foram posicionadas no lado norte da casa, para receberem luz solar durante o verão. No andar superior, a sala é o principal espaço de convivência, dividida, por móveis, em quatro áreas. Dali acessa-se o terraço, de onde os moradores conseguem ver a floresta circundante, montanhas e lagos pertencentes ao parque Catskill.

Para que a interação entre casa e ambiente fosse completa, usou-se vidro na maioria das paredes, revelando para quem está fora a escada amarela em zigue-zague que interliga os quartos, a sala e o terraço. O Gluck+ também usou painéis verdes que refletem a floresta e camuflam a residência. Por se tratar de uma residência de férias, que é utilizada eventualmente, foi criado um sistema de economia de energia para quando ela não estivesse ocupada.




Fonte: http://casavogue.globo.com

Nenhum comentário: