27 de set de 2013

Você moraria em 10 metros quadrados?

Arquitetos desenvolvem proposta de moradia autossuficiente e (muito) compacta para estudantes
Você aí, que costuma reclamar do tamanho do seu apartamento: imagine dormir, tomar banho, preparar refeições e comer em uma área de 10 metros quadrados. Menor que a sala de muita gente, certo? Esta é a proposta da Tengbom Arquitetos ao construir uma unidade para estudantes que, segundo eles, é acessível, sustentável e inteligente, tanto na escolha dos materiais quanto no design, conforme o Arch Daily. O projeto foi feito em parceria com alunos da Universidade de Lund, em Smaland, na Suécia, e outros parceiros.O lar doce lar juvenil é uma espécie de loft, com direito à cozinha e banheiro. A sala, na verdade, se resume a um balanço ao lado da mesa e da pia. E o “quarto” é um espaço no alto com lugar para um colchão e um armário.
Para a construção, eles escolheram usar madeira laminada cruzada por causa da redução em até 50% no impacto ambiental, com baixa emissão de carbono. A unidade está em exibição para o público no Museu de Arte Virserum, na Suécia, até dezembro. No próximo ano, serão construídas 22 unidades.
Fonte: http://oglobo.globo.com

6 de set de 2013

Decoração - Azulejou!

O azulejo português foi inserido à moda e já toma conta do look das famosas a da decoração de casa.

Ele remete à arquitetura colonial portuguesa, com uma combinação bem chamativa das cores azul e branco. Por isso, para não errar na composição, a dica é usar a estampa com elementos de cores neutras como branco, preto ou nude. Aproveite esta seleção e arrase!
Mesa Colonial - Santo Kako Mosaicos - R$840,00


Espelho Mosaico Colcha de Retalhos - Helgan Noly Barrocas - R$322,00


Guirlanda em Mosaico - Pedaços do Mundo - R$53,00


Azulejo Decorado Arabescoscos 2 - Ateliê da Rê Lima - R$18,00


Almofada Arabesco Azul - Chiquita bacana - R$45,00

5 de set de 2013

10 celebridades e suas casas bizarras

Curvas, tons fortes, móveis imponentes, itens assinados e até uma pista de pouso. Tudo é excesso nas casas dessas celebridades internacionais, sejam elas do mundo do cinema, da música ou da moda. Suas excentricidades se traduzem em moradas para lá de bizarras. Confira!
Naomi Campbell

Espaçonave ou casa? Essa é a primeira questão que vem à cabeça quando se olha para a residência que está sendo construída para a modelo Naomi Campbell, em Moscou, na Rússia. Projetada por Zaha Hadid, a morada é cercada por pinheiros e bétulas que chegam a até 20 metros de altura, garantindo privacidade. A arquitetura, composta por formas arredondadas bastante futuristas, conta ainda com uma torre de mais de 20 metros de altura, que mais lembra um periscópio.

 John Travolta
Localizada num condomínio para fãs de aviação chamado Jumbolair, a casa de John Travolta, em Ocala, na Flórida, faz reverências a tudo o que diz respeito ao mundo aéreo. Cento e vinte e cinco famílias muito abonadas vivem ali – cada uma com a sua própria torre de controle de tráfego aéreo. Travolta é um entusiasta da aviação, e sua coleção inclui uma aeronave restaurada de 1960, modelo Boeing 707 da Qantas, que antes foi de Frank Sinatra. Na propriedade de 550 hectares com uma pista de pouso de 7.500 pés, o ator também cria cavalos puro sangue.

 Betsey Johnson
A estilista americana conseguiu imprimir o estilo irreverente e extravagante das roupas que cria na sua morada praiana, em uma pequena vila de pescadores na riviera mexicana. Decorada com cores fortes – rosa, verde e turquesa – e muitas estampas, a casa colorida tem até nome: Betseyville. A alcunha é a mesma da linha de acessórios da estilista. A residência, que era um antigo hotel, tem quatro quartos, seis banheiros e diversos cantinhos propícios ao relaxamento, com jardins tropicais que rodeiam duas piscinas e um terraço.
Richard Elliot

Nem só belas vistas enchem os olhos dos famosos. Afinal, há aqueles cujos gostos são, digamos, duvidosos. Como o fotógrafo Richard Elliot, que escolheu uma casa com vista para o cemitério para morar. A bela e moderna construção está localizada no norte de Londres. O curioso é que seus vizinhos, que descansam em paz eternamente, também foram famosos em vida: Karl Marx, George Eliot e Christina Rossetti, para citar alguns.
Christina Aguilera
Fora de sua época, a mansão da cantora Christina Aguilera, em Beverly Hills, na Califórnia, remete a uma morada de fantasia burlesca. Cada canto é trabalhado com o décor neogótico, que remete a um cabaré macabro. A morada conta com inúmeras obras de arte, mobiliário extravagante, papéis de parede personalizados e tecidos importados. Combina com a dona.
Alicia Keys
Se viver em Nova York já é um luxo, o que dizer então de uma morada com localização privilegiada e vista panorâmica da cidade? Na Crosby Street, uma das ruas mais badaladas de Manhattan, vivem a cantora Alicia Keys e seu marido, o rapper Swizz Beatz, há mais de dois anos. Com cinco quartos e quatro banheiros, a mansão tem também um grande terraço que é acessado por uma escada "flutuante", de vidro. Internamente, os ambientes são amplamente iluminados, com janelas nas paredes e nos tetos. Entre os cômodos, destacam-se a sala de estar com lareira, a biblioteca, a suíte máster com spa e closet e até o elevador que atendea todos os pisos.

Lenny Kravitz
Há tanta informação nesta mansão do cantor Lenny Kravitz que muitos ambientes chegam a lembrar bordéis chiques. O artista adquiriu a propriedade em Miami, na Flórida, em 2001, e a repaginou com a ajuda do escritório BNO Design. Os arquitetos assinam todos os divertidos móveis de acrílico, que dialogam com ambientes chocantes, inteiramente vermelhos ou azuis.

Pharrell Williams
No caso do rapper, produtor, músico e designer de roupas Pharrell Williams, não se trata de uma casa, mas do museu recentemente aberto que leva o seu nome, em Miami, na Flórida. Repleto de móveis de designers, o estabelecimento mostra pinturas de desenhos animados e bonecos que reforçam o lado lúdico do artista.

Kate Spade
A dona da grife de moda e acessórios que leva seu nome chamou o japonês Keita Maruyama para repaginarsua casa em Nova York com objetos de sua criação. Entre eles, pequenos quadros com pássaros empalhados, um pacote de pipoca listrado repleto de órbitas oculares e outros mimos inusitados, como adornos em forma de baiacu. Ela gosta de uma "natureza morta".

Julian Schnabel
O pintor norte-americano Julian Schnabel vive em um edifício marcante de Nova York. Talvez para manter-se inspirado, Julian convive com diversas obras de arte em casa. São quadros, painéis e biombos que contrastam, sem abrir mão da harmonia decorativa, com móveis clássicos. A morada é ao mesmo tempo moderna e antiga. Ideal para um artista que quer permanecer na história.

     

  Fonte: http://casavogue.globo.com

A Ilha deserta da top Naomi Campbell

Uma residência em forma de meia lua, com 25 dormitórios, erguida em uma ilha particular no Mediterrâneo. Isso é o que Naomi Campbell entende por casa de praia. Afinal, essas são as principais características de sua residência de verão, na Isla Playa de Cleopatra, na Turquia. Todo o conceito empregado na construção é do arquiteto espanhol Luis de Garrido, que deu de presente o projeto para a amiga. Em troca, ganhou toda a liberdade – sobretudo nos gastos – para ousar na criatividade.
Concebido de acordo com o formato do Olho de Hórus (divindade egípcia cujo olho é usado como amuleto de proteção em diversas parte do mundo), o desenho prevê que a casa seja sustentável, autossuficiente em termos de energia e outros recursos.
Tudo nela parece irreal: a temperatura sempre ideal, o vento constante, os jardins internos, a iluminação e o aquecimento totalmente eco-eficientes.
O projeto é baseado em um domo central estruturado em metal e fechado com imensos panos de vidro que garantem iluminação natural durante o ano. Por conta das soluções que promovem o aquecimento natural no interior da casa, jardins internos e claraboias inclinadas complementam o conforto, reduzindo o calor nos meses mais quentes. Distribuídas em degraus, as aberturas garantem a ventilação natural no tórrido verão turco.
Com 25 dormitórios e cinco salas, a casa tem energia inteiramente proveniente de um sistema geotérmico de armazenamento combinado a painéis de energia solar. A ilha conta, ainda, com uma mini-usina de tratamento de esgoto e, além disso, todas as construções incluem sistema de coleta e reaproveitamento de água da chuva.
Por dentro, a casa mais parece um terraço-jardim, de onde é possível observar em 360 graus as deslumbrantes vistas da propriedade, do continente e do mar. (FABIO DE PAULA)





 Fonte: Inhabitat

Apartamento colorido na Califórnia

Quem gosta de cores e objetos vintage ou só de ver coisas bonitas vai pirar nesse apartamento. Sugiro então que você role a barra e deleite-se com cada detalhe. São tantos objetos, peças bonitas que nem adianta descrever, só vendo mesmo. O apartamento é da Viviana Agostinho - uma brasileira que vive na Califórnia com o marido e dois gatos.







Fonte: Copy&Paste  

Quatro áreas externas perfeitas para relaxar

Nada melhor do que reservar um cantinho na varanda para as plantas ou, ainda, ter um refúgio com uma rede preguiçosa

Não importa que seja apenas um pedacinho de quintal, um jardim acanhado ou uma varanda ultracompacta. Dispor de um canto aberto para admirar o céu e o verde é um pequeno luxo que só traz bem-estar. Se você anda sem ideias, inspire-se nestas soluções em áreas externas e conquiste um ambiente gostoso para relaxar ou curtir seu hobby preferido.





Fonte: http://casa.abril.com.br

3 de set de 2013

Chapéus masculinos viram objetos de decoração

Designers tiram acessório da cabeça e o projetam em ambientes
Os chapéus foram durante muitos anos verdadeiros ícones de estilo entre os homens. Nos últimos tempos, no entanto, este acessório perdeu prestígio, com algumas excessões à regra. Para deixá-los em seu devido lugar de destaque, Jake Phipps teve uma boa ideia: usá-los como peça decoração.
A primeira criação do designer britânico foi um conjunto de luminárias que usam cartolas e chapéus de lã, forradas de folhas de alumínio prata ou dourado, que iluminam o ambiente e dão um toque sofisticado. Elas são vendidas na versão suspensa e fixada na parede. Phipps também fez um abajur, para combinar com o resto do visual.



 Os preços das luminárias em forma de chapéu de Phipps variam de 180 a 195 libras, enquanto o abajur fica na casa das 260 libras. Para mais informações sobre as decorações, acesse o site do designer.
Fonte:http://gq.globo.com