25 de jul de 2012

Jardim de casa vira rampa para esportes

Projeto estimula a prática de exercícios
Os raios solares chegavam ao jardim, mas não entravam na casa que ficava no fundo do terreno. Sem aquecimento no inverno e com escuridão no verão, a reforma foi inevitável. Mas os australianos do escritório Andrew Maynard Architects foram além do quebra-quebra de paredes e sugeriram a construção de um sobrado que privilegia a prática de esportes.
Para o imóvel não virar um forno nos dias quentes de Melbourne, a nova área foi projetada em declive, permitindo a entrada do sol em camadas. Ela foi revestida com grama, unindo o design fluido da fachada com a extensão do jardim - o segundo nível tem chapas que absorvem a energia solar.
Além de deixar os cômodos mais confortáveis, a casa-grama serve também como um grande playground. O jardim escorado no telhado vira rampa e convida os moradores à prática de exercícios, seja com algumas manobras de skate ou com um simples pique até o segundo andar — e sem machucados, pois a cobertura vegetal é um amortecedor natural.
A reforma mexeu, também, com a configuração dos espaços. A nova construção inclui a área social, com salas de jantar e estar, cozinha e até um depósito para biclicletas. A antiga tornou-se o refúgio da família, com quartos mais espaçosos e banheiros.
Para ninguém levar a lama do quintal para dentro de casa, a porta da rua foi deslocada para o canto, com acesso direto a um corredor que percorre a extensão do terreno, unindo as residências sem sujeira.







http://casavogue.globo.com

Nenhum comentário: