25 de jul de 2012

Mais belas catedrais estrangeiras

No Brasil, o que não falta são igrejas de cair o queixo. Há para todos os gostos, seja a moderna catedral de Brasília, sejam os templos coloniais de Ouro Preto, Salvador ou Olinda. No resto do planeta não é diferente. Esta seleção reúne as 10 mais impressionantes catedrais estrangeiras consideradas patrimônio da humanidade pela Unesco.
Catedral de Saint Paul, Londres
Situada em Ludgate Hill, a catedral anglicana é a sede do bispado de Londres e um dos principais pontos turísticos da cidade, sobretudo por sua privilegiada vista para o skyline local. Projetado por Christopher Wren, o edifício data do século 17 e é famoso por abrigar casamentos reais como o do Príncipe Charles com Lady Di em 1981.

Notre Dame de Paris
Uma das mais antigas catedras francesas em estilo gótico, a Notre-Dame começou a ser construída em 1163, na Île de la Cité, sendo portanto rodeada pelo Rio Sena. Um dos símbolos de Paris, a igreja acompanha a ascensão da cidade e da França como uma potência mundial desde a Idade Média.

Hagia Sophia, Istambul, Turquia
Símbolo máximo de Istambul, a Basílica de Santa Sofia foi erguida entre os anos de 532 e 537 pelo Império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla, antigo nome da cidade turca que conecta Europa e Ásia. Até 1453, ela serviu para esta função, exceto pelo intervalo entre 1204 e 1261, quando os Cruzados dominaram a região. Entre 1453 e 1931, o edifício funcionou como mesquita, mas, desde então, foi secularizado. Desde 1935, abriga um museu.

Catedral de Chartres, França
Sua construção começou em 1145, mas, após um incêndio em 1194, teve de ser reconstruída, tornando-se a principal representante da arquitetura gótica na França. Com 10.000 m² de área, 130 m de comprimento e largura de 46 m, a igreja conta com mais de 150 vitrais, a maioria do século 13.

Catedral de Reims, França
Depois da Catedral de Chartres, a Notre-Dame de Reims é considerada a segunda mais importante construção gótica da França. Localizada na capital de Champagne, ela foi construída no século 13, abrigando diversos coroamentos de reis e rainhas.

Santa Maria Del Fiore, Florença, Itália
A Basílica di Santa Maria del Fiore é conhecida por sua cúpula monumental, desenhada pelo arquiteto renascentista Brunelleschi, e pelo campanário de Giotto. A construção, iniciada no final do século 13, é o registro máximo da riqueza da Toscana durante o Renascimento.

Catedral de Canterbury, Inglaterra
Berço da religião anglicana e um dos mais antigos templos cristãos ingleses, a catedral é a sede do arcebispo anglicano de Canterbury, que é o líder religioso da Igreja da Inglaterra. Erguida nos séculos 15 e 16, a construção tem um sino que toca 100 vezes todas as noites, por volta das 20h55m, como lembrança de um antigo toque de recolher da cidade.

Catedral de Colônia, Alemanha
A igreja de estilo gótico é o mais famoso edifício da cidade. Sua construção começou em 1248 e levou mais de 600 anos para ser concluída. Com 157 metros de altura, era o prédio mais alto do mundo na data de sua conclusão, em 1880. Durante a Segunda Guerra Mundial, foi alvo de diversos ataques aéreos, mas não caiu.

Saint John The Divine, Nova York
Em estilo gótico, a catedral anglicana de Nova York fica em Manhattan e tem mais de 11.000 m² de área. Graças a isso, disputa com a Catedral de Liverpool pelo título de maior igreja anglicana do mundo.

Catedral de Rouen, França
Sua construção começa em 1145 e envolve o trabalho de arquitetos e artífices de toda Europa. O mais famoso deles é o escultor Jean de Rouen, que depois de executar algumas das principais estátuas da igreja, mudou-se para Coimbra, tendo participado do Renascimento português.

Fonte: http://casavogue.globo.com

Nenhum comentário: