28 de jul de 2011

Como reciclar garrafas de vidro em lindos vasos

Vamos aprender a transformar garrafas de vidro em vasos modernos e muito bonitos. Se você guardou aquelas garrafas de vinho com formas interessantes, os vidros de azeite e outros recipientes de tamanhos variados, vai poder montar um belo conjunto de decoração.


  •  O material é muito simples:
  • suas garrafas de vidro
  • fita crepe
  • tinta PVA
  • pincel  chato
 A primeira coisa é lavar bem sua garrafa e retirar os rótulos. Se ficar algum resquício de cola, use Varsol Casa para limpar. Depois lave bem com água e sabão e seque.

 Com a fita crepe crie os padrões geométricos que preferir. Eu fiz listas numa das garrafas, uma espiral na outra e traços aleatórios na terceira. Você pode usar adesivos redondos e fazer uma garrafa de poás, que tal? Ao terminar reforce bem os adesivos passando os dedos com uma boa pressão sobre a fita crepe.

 Antes de começar a pintar, limpe novamente a superfície da garrafa para retirar qualquer sujeira que tenha ficado enquanto você colava a fita crepe. Depois usando o pincel chato pinte pincelando sempre na mesma direção. Eu dei 3 demãos para cobrir bem.

Aqui a grande dica é usar tinta spray. Além de aderir de forma mais homogênea, ela não escorre. Você aplica as 3 demãos de spray e o resultado fica bem mais perfeito.

 Atenção: não espere a tinta secar totalmente para retirar a fita crepe. Se a tinta estiver muito seca ela pode descolar junto com a fita no momento em que você retirar. Então retire cuidadosamente com a tinta ainda úmida. Depois deixe suas garrafas terminarem de secar em lugar bem arejado.

Quando estiver totalmente seco você pode usar um estilete para tirar as pequenas imperfeições que possam ter ficado da tinta que entrou por baixo da fita.

É isso. Os vasos modernos ficaram prontos. Caso você faça questão de usar um verniz para proteger, lembre de usar verniz a base de água para não amarelar a tinta. No mais, sempre lavar com cuidado que o trabalho permanecerá por um longo tempo.

 Fotos: Marcelo Pereto
 Fonte: http://www.viladoartesao.com.br

Cortina com anél de latinhas

Querendo inventar uma modinha diferente para suas janelas? Dá só uma olhadinha na imagem aí e veja se essa é ou não é uma sugestão bem bacana. A idéia é genial não só pelo efeito que dá mas, obviamente, por fazer o trabalho da reciclagem. E uma reciclagem com bossa. 

A cortina é toda feita de argolinhas de latinhas de alumínio, aquelas que todo mundo guarda aos montes. O trabalho maior é só esse mesmo, juntar argolinhas suficientes, porque depois basta uní-las com um bom fio de nylon e prendê-las num varão. Não tem erro, vai ficar um show.
A dica vale pra dividir ambientes também, e ainda dá pra inventar um monte de outras modinhas, como combinar com fitas coloridas ou contas. Tudo depende do estilo da sala e da pessoa dona da sala.

Fonte: http://www.viladoartesao.com.br

27 de jul de 2011

Quadrados com crochê, os squares, duas sugestões

Squares em crochê, a arte dos trabalhos manuais em aplicações alternativas


Não é nenhuma novidade que bordados, crochês e tricôs ganharam um foco alternativo nos últimos tempos. Já acho ótimo que esses trabalhos deixaram de ser coisas da vovó! Mas…..gosto de ver novas maneiras de olhar para as coisas tradicionais. E não é só porque esses usos não são tão novidade assim que eu ia deixar de mostrar aqui.
Você nem precisa ser uma mestra faixa preta no crochê. Quadradinhos (ou squares, como são chamados)  feitos com pontos básicos, já dão o maior efeito se você combinar cores contrastantes. Agora, se você já domina a técnica, pontos mais elaborados vão transformar o resultado em obras de arte.
         

As dicas?
Quadradinhos na parede. Engomados ficam bem melhor. E muitos, de muitas formas e cores.
Capa de cartão de aniversário, de convite, natal, páscoa, dia das mães. É só costurar seu quadradinho numa base de tecido de algodão, e colar num papel com uma boa gramatura.
Gostaram? Então vamos ver adiante dicas de onde encontrar muitos pontos de quadradinhos de crochê, os squares.
Fotos: 1. Apartment Therapy , 2 e 3 Emma Lamb

Fonte: http://www.viladoartesao.com.br



20 de jul de 2011

Decorações feitas por nossos leitores

Quarto Flávio e Fabiane.
      Uma idéia ótima e barata pra quem tem cama box e precisa de uma cabeceira. Neste quarto, o casal comprou um varão, é um varão de cortina, e é claro uma cortina. E mãos a obra!! Escolheram uma altura e prenderam o varão e a cortina na parede, como a cortina era comprida, cortaram um pedaço do tecido e com essa sobra encaparam placas de isopor e prenderam como se fossem quadros na parede! Perfeito!! Vocês estão de parabéns!!  

18 de jul de 2011

Use borboletas para decorar

As borboletas saem do jardim e entram em nossas casas para decorar com um toque de alegria.
O verão é luz, cor e movimento. Vem com a alegria das flores, pássaros e borboletas que pintam o cenário de nossos jardins. Que tal transportar um pouco dessa beleza pra dentro de casa e decorar? Vamos usar uma dica de artesanato que dá um toque bem pessoal ao seu espaço. Vamos usar borboletas para decorar.
Nas épocas de festas é muito comum encontrarmos árvores de natal bem minimalistas feitas de galhos secos e poucos enfeites.Que tal adaptar o uso dos galhos para criar um jardim cheio de borboletas dentro de sua sala de estar ou do seu hall, como belas boas vindas aos visitantes? Pra vocês entenderem a sugestão observem as imagens da Julie e da Alison, que transformaram galhos secos de podas em lugares especiais para lindas borboletas de papel pousarem.

Tudo que você precisa é separar alguns galhos de podas que você fez em seu jardim. Podem ser galhos avulsos que você deverá encaixar num pequeno vaso. Sobre os galhos irão coladas as borboletas de papel. Repare que algumas delas pousam sobre a parede, formando um conjunto cheio de movimento.
 

No final do artigo estão alguns moldes de borboletas para usar nesse projeto.
  • Escolha a que mais lhe agradar, amplie no tamanho desejado e imprima numa folha branca.
  • Transfira os moldes para os papéis escolhidos e recorte usando um X-Acto ou um estilete bem afiado.
  • Com cola quente, cole as borboletas em pontos diferentes dos galhos e se desejar o mesmo efeito das fotos, cole também na parede.
  • Lembre de recortar e colar algumas folhas para compor o conjunto. Fica mais natural.
Preste atenção nos detalhes que fazem a diferença nesse projeto.
  • Escolha cores que valorizem o seu ambiente. A Julie e a Alison usaram sem medo cores complementares, como vermelho e azul, um resultado que achei perfeito.
  • Use papéis de scrapbooking que possuem estampas bonitas e gramaturas mais firmes. Isso auxilia no resultado do projeto.
  • Lembre de colocar algumas pedras ou algum tipo de peso dentro do vaso para que ele suporte bem o peso dos galhos.
  • Não esqueça de dar um acabamento ao vaso com um bom punhado de musgo.
E se você gostou da sugestão, veja essa outra dica com borboletas bem pequenas formando um painel decorativo super atraente aos nossos olhos. O processo é o mesmo só muda o tamanho das borboletinhas. Não é uma graça?
Agora é escolher o molde e fazer o seu enfeite. É só clicar no modelo desejado e administrar a impressão diretamente do seu browser.




Esses projetos bacanas que vimos hoje são dos blogs Less Than Perfect Life of BlissThis is not a Rough Draft
Fonte: http://www.viladoartesao.com.br/blog

7 de jul de 2011

Lâmpadas incandescentes viram porta condimentos

A simplicidade é, muitas vezes, uma grande aliada das boas idéias. Prova disso é essa criação das estudantes de designer Annisa Fardan Nabila e Aulia Amanda Santoso. Elas transformaram lâmpadas incandescentes velhas em porta condimentos, como sal, canela e pimenta.Assim, o material que iria para o lixo pode ser reaproveitado e acabou ganhando uma nova serventia. Além de reduzir a geração de lixo e evitar a compra de novos objetos para guardar os condimentos, a criação ainda garante um charme a mais em qualquer cozinha.
O projeto ainda é um protótipo e as criadoras não informaram se ele será comercializado. Mas você pode se inspirar na ideia e tentar fazer o mesmo em casa. Lembre-se apenas de descartar corretamente o material presente dentro das lapadas, como os filamentos de metal.Certamente seria uma boa opção para substituir as lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes e ainda evitar que elas fossem para o lixo. ( do EcoDesenvolvimento ).

Fonte: http://ruixcp.blogspot.com